13 Março, 2019 12:09

CGE apresenta à Sead estudo para implementação do Taxi Gov

Estudo trata sobre os custos da frota de veículos próprios e locados do Governo do Estado.

Auditores da Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE-PI) apresentaram, na manhã desta terça-feira (12), à equipe da Secretaria de Administração e Previdência (Seadprev), os resultados do estudo sobre os custos da frota de veículos próprios e locados do Governo do Estado. O material vai subsidiar a análise da implantação do Projeto Taxi Gov.

A análise feita com base em dados de locação, combustível e manutenção dos veículos numa amostra de oito órgãos, possibilitou encontrar o custo médio do quilômetro rodado para que seja comparado aos custos oferecidos por empresas de transporte por aplicativo.

“O estudo vai subsidiar a implantação do Taxi Gov que deve ser adotado para uso de todos os órgãos do Poder Executivo na capital e funciona da mesma forma que outros APPs de agendamento de corrida, como Uber e o 99. Brasília e São Paulo já utilizam a tecnologia e será contratada pelo Piauí, por meio de licitação. O objetivo é garantir economia com o aluguel de veículos”, disse o auditor Bruno Figueiredo, que realizou o trabalho juntamente com os auditores governamentais Eduardo Fonseca e Deodoro Cunha.

O controlador-geral do Estado do Piauí, Nuno Bernardes ressalta que é função da CGE fazer estudos e avaliações preliminares com vistas a sugerir políticas públicas que resultem em economia de bens e serviços. "Portanto, cumprindo com a sua missão institucional, a CGE apresentou esse estudo inicial e vai fazer aprofundamento para que assim possa subsidiar o governador e secretário de Administração na tomada de decisões para melhor gerenciamento dos recursos do Estado".

A CGE está concluindo os estudos e entregará nesta quarta-feira (13) à Seadprev.

O secretário de Administração, Ricardo Pontes destaca os próximos passos do projeto. “Agora, vamos preparar o Termo de Referência, fazer uma audiência pública para apresentar a proposta e conversar com as operadoras que atuam no mercado de Teresina, colher sugestões. A partir daí, seguiremos com o lançamento do edital. A minha proposta é que façamos essa licitação ainda no mês de abril”, informou.

De acordo com ele, o Taxi Gov tem como grandes vantagens à redução de custos e benefício social. “Vamos ter uma economia muito grande com carros locados, carros próprios, motorista, combustível, diária, enfim, isso vai acabar à medida que implantarmos o Taxi Gov, pois vamos pagar somente pelo quilômetro rodado. O segundo ponto é que estaremos distribuindo para muito mais pessoas esses recursos. Com esse aplicativo, isso vai diluir para vários motoristas tendo, dessa forma, o aspecto social dessa nova modalidade”, assegurou Ricardo Pontes.