04 Junho, 2019 18:37

PiauíPrev comemora inclusão de 43 mil servidores em banco de dados

Medida garante mais agilidade aos processos de aposentadoria, além de permitir melhor organização do Regime Próprio de Previdência.
Cristal Sá
Gestores recebem banco de dados digitalizado.

“O Piauí é um case de sucesso que estamos levando para outros estados do país”, afirmou André Barcelos, gerente comercial da Agenda Assessoria, empresa contratada pelo Governo do Estado para digitalizar e digitar informações funcionais de mais de 43 mil servidores da ativa. Iniciado em junho de 2018, o resultado desse trabalho foi oficialmente entregue nesta terça-feira (4) em audiência realizada no auditório da Agência de Tecnologia da Informação (ATI).

A gerente técnica da Agenda, Élida Jerônimo, destacou que foram digitalizados 400 mil documentos e digitados mais de dois milhões de registros. “Tudo 100% auditado”, enfatizou. A medida garantirá mais agilidade aos processos de aposentadoria desses servidores, além de permitir melhor organização do Regime Próprio de Previdência Social.

O presidente da Fundação Piauí Previdência (PiauíPrev), Marcos Steiner, ressaltou a importância da iniciativa para a descentralização dos pedidos de aposentadoria. “Tendo todas essas informações no sistema, que é o Sisprev Web, o servidor vai poder dar entrada na sua aposentadoria lá no seu município ou no seu órgão de origem. Isso é tratamento humanizado”, pontuou.

De acordo com Steiner, o banco de dados é um importante passo para outros avanços. “A gestão previdenciária assumiu outro patamar, muito superior àquele que encontramos em 2015, no antigo Iapep. Hoje temos um sistema robusto, com capilaridade e segurança”, comemorou.

O secretário de Administração e Previdência, Ricardo Pontes, que assume o comando da PiauíPrev no dia 10 deste mês, destacou que o próximo passo será apresentar o resultado do trabalho para os órgãos e demais poderes que contribuíram repassando as informações para alimentar o sistema, como o Ministério Público e o Tribunal de Contas. “Em breve, o servidor vai poder acessar seus dados de casa e fazer simulação de aposentadoria a partir do próprio celular, se quiser”, afirmou.