15 Abril, 2019 18:21

SeadPrev inicia uso de Sistema Eletrônico para justificativa de faltas

Para ter acesso ao portal SEI, o servidor dever fazer o curso on line de capacitação

Diretores, superintendentes e demais servidores da Secretaria de Administração e Previdência (SeadPrev)receberam nesta segunda-feira, 15, no auditório da SeadPrev, treinamento e apresentação sobre o Sistema Eletrônico de Informação (SEI). A partir desta semana, todo servidor da SeadPrev que quiser fazer justificativa de falta terá que acessar ao SEI para requerer o abono.  

“Damos o pontapé inicial nessa implantação do sistema na SeadPrev e ganhamos mais celeridade, economia no uso do papel, tudo via digital, com rapidez de resolução das demandas e garantia de segurança na tramitação dos processos”, ressaltou o secretário Ricardo Pontes. 

Atualmente uma portaria em vigor torna obrigatória a participação dos servidores da SeadPrev efetivos, comissionados, estagiários e terceirizados que exercem função administrativa em curso virtual do Sistema Eletrônico de Informação (Sei). Para fazer o login no sistema, basta inserir email institucional e senha, a mesma usada no email. 

De acordo com a superintendente da Escola de Governo (Egepi) e membro do Comitê Central do SEI, Janaína Mapurunga, para ter acesso ao portal SEI, o servidor dever fazer o curso de capacitação disponibilizado pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP).  Neste link.

“Após essa primeira etapa de capacitação virtual, o Comitê Central realizará treinamentos presenciais aos servidores que irão utilizar o sistema do SEI nas secretarias. Vamos mostrar na prática com modelos de processos em ambiente de testes”, adianta.  

O SEI será implantado inicialmente em cinco órgãos. Secretaria da Administração e Previdência (Seadprev), Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Controladoria-Geral do Estado (CGE), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria da Fazenda (Sefaz). Após esse processo inicial, o sistema se estenderá a todos os órgãos do Poder Executivo. 

O sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) e já foi implantado nos estados de Alagoas, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rondônia e no Distrito Federal.