22 Setembro, 2017 11:35

Servidores podem compensar até 30 minutos de atraso

O secretário de Administração e Previdência (SeadPrev), Franzé Silva, expediu instrução normativa sobre o sistema de controle do ponto eletrônico biométrico na administração pública. Com isso, o registro de entrada considerado como atraso poderá ser compensado, desde que não exceda 30 minutos, devendo ser realizado no mesmo dia, permanecendo o servidor no local de trabalho pelo tempo referente ao atraso.

"A alteração da instrução normativa passou a vigorar a partir da data de publicação do Diário Oficial do Estado, no último dia 19", afirmou o secretário ao exemplificar que se o servidor cumpre carga horária de 7h30 às 13h30 da manhã poderá chegar às 8h e compensar os 30 minutos, saindo do serviço às 14h.  

Com a universalização do ponto eletrônico, interligando os sistemas de ponto ao da folha de pagamento, permitiu à SeadPrev controlar de maneira eficiente a frequência dos servidores. "O maior ganho dessa interligação dos sistemas foi a redução significativa de afastamentos e a melhoria na prestação de serviços", destacou Franzé Silva.

O Sistema do Ponto Eletrônico é utilizado para o controle de gestão de pessoal com informações de frequência e lotação de servidores em tempo real. Quem faltar ou se atrasar mais do que o permitido ao serviço e não justificar na forma da lei vigente terá a perda da remuneração dos dias ou horas em que faltou ao trabalho.

Consulta on line

O servidor pode fazer a consulta ao ponto eletrônico, inclusive podendo imprimir o registro de frequência do período desejado, através do site http://pontoeletronico.pi.gov.br

Mas para acessar, o servidor deve digitar o número de sua matrícula e do seu CPF.